Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Revelações e o seu obscurantismo.

Eu vi,
Eu vi a mentira se revelando,
Eu vi!
Eu vi as máscaras caindo
Eu vi 
Eu vi a falsidade estampada!
Ah,se eu vi!
Eu vi a ambição crescendo
E caindo em contradição .
Eu vi! 
Eu vi o nome e sobrenome
Sim,eu vi!
Vi o bem e o mal degladiando.
Sim,eu vi!
Vi a mentira sorrindo pra mim 
insinuando ser a verdade.
Nesse dia, eu dei as costas para ela.
E ela?
Não acreditou que eu vi.
Mas eu vi! 
Eliane Auer
15/09/2021
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 18/09/2021


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426