Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

A vida esvai-se
A vida esvai-se em cada esquina,
Em cada curva, num gesto finito.
Já não vem lentamente, a despedida
Chega sorrateira,
E quando vemos ... A vida já se foi!
Não sabemos com que pressa chegará a vez do próximo da fila.
Com limites, novos encantos deu sentido à vida.
Perdemos inumeráveis
Ganhamos o olhar nos olhos.
Vemos olhos que sorriem,
Olhos que choram
E no choro de dores diversas
Permanecem os encontros sociais, em praias, em casas...
Talvez tenha comemorado, enquanto o outro chorava.
Afinal, “ainda não é comigo!”
Falta empatia!
Talvez, num talvez breve, será o próximo da fila.
E a vida?
Num piscar de olhos, ressurge em nova fase
Com a esperança de dias melhores com o canto dos pássaros
E a primavera em flor desabrochando.
Eliane Auer
02/09/2020
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 02/09/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426