Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Em ti criei  meu chão
Por ti derramei  lágrimas de paixão
Aqui sorri
Chorei por não ver  inovação
Por ti brinquei
Em ti sonhei
Vi misturar à terra um corpo
Vi a sua a arte se desmanchando
Vi um mar de gente feliz
Com seca d’água doce.
Parafraseando o saudoso Amocim Leite:
“São Mateus tá de parabém”!

 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 21/09/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426