Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos


Hermógenes Lima da Fonseca - “ Dotô Harmojo”hermogenes2-8431-5212123b6dd7a.jpg

Gosto pelo simples
Pelo colorido das saias rodadas
Gosto pelos batuques...
Oh,Harmojo!
Se não fosse tu, Honoris do povo,
De uma classe sofrida com o descaso pela cultura
Honoris das Pastorinhas
Sainhas de chita
Jongo, congo
Somos todos África!
Cordéis de carinho como retorno
Olhares vazios...
Salvem os derradeiros
Pelo mundo inteiro!
Pastorinhas,
Menininhas
A crença, a cor, a pele não importa
Não morra a cultura da visão de Dotô Harmojo.
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 03/06/2017
Alterado em 10/07/2017


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426