Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Prisão social

Tantas prisões, tantas prisões...
Emoções, emoções
Quantos fechados
Ser humano fechado, amordaçado, preso em si
Quantas prisões
 
Alarmes nas casas
Alarmes para remédios
Alarmes, alarmes...
Quantas prisões!
 
Prisões de olhares
De cercas elétricas
De concertinas
De casas de vidro
Prisões modernas!
Prisões
 
Prisões no leito  de um hospital
Prisões na frente do espelho
Prisões de dentes, no aparelho
Vaidade...
Prisões, não mais que prisões!
 
Prisões de medo
Prisões ocultas, inadmissíveis
Prisões em celas, delito.
Prisões dos erros ,malditos!
Prisões, prisões!
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 28/06/2016


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426