Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos



 
Incólume na lama
 
Sou país miscigenado
Multicolorido
Sou país com seca , lama e dor!

Sou Brasil, sou África, Américas reunidas
Sou  ser humano , tenho raízes
Animais, rios mortos, pessoas sem vida.
Não é só o rio Doce, é o Preto e tantos outros que agonizam.

Sou Brasil, minha cidade ,todas as cidades tristes
Cidade sofrida, sendo incluída, na dor do cenário mundial.

Água salgada e sem vida, água doce poluída.

Sou Brasil, mortes diárias
Injustiças sociais.
Sou gente brasileira,
Que ama quem te rodeia

Sou Brasil, primeiro!

Sou mundo de todas as crenças, todos os povos e vidas sofridas
Vidas amargas, vida sem vida.
Vejo ainda a flor de lótus, incólume que nasce na lama por toda vida.

Sou Brasil!
 

Eliane Queiroz Auer
 
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 17/11/2015
Alterado em 16/04/2020


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426