Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos


Carinho  de mãe
 
Eu gostaria mesmo
É que minhas crianças nunca crescessem
Ficassem na redoma do meu ventre
 E eu cuidando junto a mim
 
 Eu gostaria mesmo
Que mantivessem a infância
A certeza da inocência
A alegria e a esperança
 
Gostaria que na vida delas
Sempre tivesse sol iluminando
Gotas apenas de orvalho
Molhando
 
Que nunca houvesse tempestade nos olhinhos
Só sorrisos sem maldade
Sempre tivessem  bons sonhos
E nunca de infelicidade.
 
Que as flores mais bonitas
Sempre desabrochassem  ao passar
E o coração fosse só de leveza
Com muito amor a plantar

 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 13/10/2015
Alterado em 13/10/2015


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426