Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

injusti%C3%A7a.jpg
E quando a tempestade passar,
espero que o vento sopre a areia nos olhos
daqueles que julgam pelas aparências
e que os olhos fiquem ardendo por um longo tempo .

Que ardam como os meus,
nem mais nem menos.

Que sintam a dor de uma lágrima caindo por injustiça.
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 03/06/2015


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426