Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos


AGRADECIMENTO À ACADEMIA MARATAIZENSE DE LETRAS

À Senhora Presidente Bárbara Pérez pessoa na qual agradeço as homenagens.
“Eu considerei a glória de um pavão ostentando o esplendor de suas cores; é um luxo imperial. Mas andei lendo livros, e descobri que aquelas cores todas não existem na pena do pavão. Não há pigmentos. O que há são minúsculas bolhas d'água em que a luz se fragmenta como em um prisma. O pavão é um arco-íris de plumas.
Eu considerei que este é o luxo do grande artista, atingir o máximo de matizes com o mínimo de elementos. De água e luz ele faz seu esplendor; seu grande mistério é a simplicidade.”
Com este prelúdio de linguagem da ternura e simplicidade com um trecho da crônica “O Pavão de Rubem Braga” que inicio as minhas palavras de agradecimento. Porque entendo que somente as almas simples de coração sabem ser ternas e agradecidas.
Homenagens são muito bem–vindas principalmente quando essa homenagem é feita a quem está vivo e como tal reconhecer aquela sua atitude, aquele seu gesto de cortesia, de consideração por quem o está homenageando.
Agradeço a Marlusse Pestana Daher pela indicação e especialmente à Bárbara Pérez ,Presidente da Academia Marataizense de Letras por me proporcionar tal honraria .
Desejo compartilhar a Comenda Rubem Braga, bem como o Grau de Comendadora e o Certificado de Honra ao Mérito com  todos os meus amigos leitores e apreciadores das letras.
Agradeço a homenagem na Pérola do Sul Capixaba.
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 18/09/2013
Alterado em 18/09/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426