Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

 

Aos enamorados de ontem, de hoje e de sempre...


carta.jpg
Uma homenagem

 
A lua que nasceu linda e cintilante
Que pintou para mim no céu
Lembro-me de cada instante
Do sorriso simples ao belo anel
 
Lembro-me daquela flor
Que trouxe pensando em mim
Que talvez tenha roubado
De um precioso jardim.
 
E aquela dúzia de rosas
Que não hesitou em comprar
Tão vermelhas todas elas
Às minhas mãos fez chegar
 
Um bilhetinho num papel de pão
Escrito de maneira livre e à mão
Singelo apareceu conquistando
 O meu o meu coração.
  
E conquistou  com a carta que postou,
Também com aquela que não chegou
Esperando a cada momento
Que o carteiro olha e fala em desalento
Não foi dessa vez que mandou!
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 09/06/2013
Alterado em 09/06/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426