Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

 images?q=tbn:ANd9GcTJ7j3hrnSzQRQz4d1K_UIm7ugslKd0h6xBBQ2GW_wfhdbm_dCJ
 
Como é bom amar!
Amar o silêncio da noite
A chuvinha fina que cai incessante
O sorriso inocente
A palavra de amor aconchegante

 
Como é bom amar
A sua chegada
O seu sorriso inocente
A beleza do seu rosto
Seu comportamento inquieto e resplandecente.
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 20/05/2013


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426