Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

A Academia Mateense de Letras
-AMALETRAS-

propõe:

MIL POESIAS DE NATAL
 
INTRODUÇÃO
 Como dizia o poeta Carlos Drummond de Andrade:
 “Ser poeta é ousar viver sob o signo da paixão, quero dizer, é viver da poesia em seu estado natural”. A poesia tem como objetivo humanizar, imaginar, refletir enfim... POESIA É ARTE E ARTE TEM TUDO A VER COM EDUCAÇÃO.
Pesquisas em jornais, revistas, livros, internet sobre versificação; leituras de poesias; análise de poesias com o tema de Natal.
Incentivar a produção de textos. 
Leitura de poesias;
Produção de poesias; 

 
MIL POESIAS DE NATAL
 
1. JUSTIFICATIVA
O contato com a poesia sempre esteve presente em nossas vidas, seja nas cantigas de roda, nas parlendas, nos trava-línguas e nas adivinhas da nossa infância ou nos bilhetinhos, frases de amor nas agendas ou músicas que ouvimos na adolescência. Para muitos de nós a poesia vai-se perdendo com o passar dos anos e alguns culpam a escola por essa perda.
Acreditamos, porém, que a escola pode e deve ser um lugar onde a aproximação com a poesia aconteça concretamente, permitindo ao aluno, conhecer autores e estilos, reavivando a capacidade de olhar e ver o que é a essência do poético, através de atividades que permitam uma compreensão maior da linguagem poética e lhe dê condições para que ensaie seus próprios passos em poesia.

O Projeto MIL POESIAS DE NATAL trabalhará a leitura e a escrita por meio de poesias exposição de idéias sobre o Natal, composições, reescrita e
onde os participantes  poderão  expor suas emoções através dos recursos tão expressivos da linguagem poética.

2. OBJETIVO GERAL
Aproximação com a linguagem poética, no sentido de familiarizar  os participantes com a poesia, para que tenham prazer em ler e ouvir  poesias e, sobretudo, para que se sinta motivado a expor suas emoções, dar liberdade de criar, brincar com as palavras, fluir sua imaginação.

3. OBJETIVOS ESPECÍFICOS
Despertar o prazer em ler e escrever poesias.
Ter maior compreensão da linguagem poética, levando a revelar ideias, opiniões, sentimentos e talentos ao escrever poesias;
Possibilitar ao público envolvido a interação oral e escrita e na busca independente de conhecimentos relacionando essas práticas à vida cotidiana;
Identificar-se com os sentimentos nas poesias lidas;
Assegurar a função social da escrita, fazendo com que as poesias produzidas tenham um leitor real, pois serão expostos em varais e murais e faremos uma árvore com os mil poemas. 
Valorizar os resultados do trabalho individual e coletivo através de premiação celebrando o sucesso alcançado.

4. FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA
Os princípios teóricos que norteiam nosso trabalho literário estão pautados na teoria sóciointeracionista da linguagem. Na concepção de Bakhtin, a linguagem é analisada a partir da interação entre os indivíduos dentro de uma prática social; a língua não é apenas um amontoado de palavras, nem é individual, mas acontece através da interação verbal, abrangendo todo o conhecimento que o escritor possui seja na leitura ou na escrita e essa interação verbal constitui assim a realidade fundamental da língua.

5. METODOLOGIA
A emoção flui em cada ser humano de forma diferente e aproximando essa emoção da linguagem poética, procuraremos fazer com que os participantes se integrem e interajam efetivamente ao mundo da literatura.
As atividades desenvolvidas no projeto visam relacionar e conhecer poemas diversos, sensibilizar os participantes para uma observação mais apurada dos elementos com as quais as palavras se entrelaçam em uma poesia, oportunizar o acesso à linguagem poética e expressar suas emoções criando seus próprios poemas.
O projeto MIL POESIAS DE NATAL será desenvolvido nas seguintes etapas:
1ª Etapa: Apresentação da proposta ao público nacional ressaltando a importância de conhecer e ser capaz de apreciar e produzir poesias mostrar
credibilidade no potencial e na capacidade de cada um, de forma a trabalharem intensamente, produzindo e aprendendo. 
Propor que participem das atividades e mostrem que sabem, são capazes e podem transformar as palavras em arte, levar o leitor a um mundo criado por
eles.

2ª Etapa: De posse das poesias revisadas e digitadas para a divulgação, serão impressas em fonte Arial 14 para exposição em praças, murais, consultórios...
As melhores poesias serão editadas em uma coletânea. 

6. ORÇAMENTO
A despesa relativas ao material de reprodução dos textos será um compromisso da  AMALETRAS e parcerias.
7. PRAZO DE ENTREGA DAS POESIAS 
  Até o dia 12/12/2012

  Edição da coletânea e varal de poesias.
 
8. ENDEREÇO PARA O ENVIO DAS POESIAS DE NATAL:
Os interessados poderão enviar seus textos para o
e-mail:
ama.letras@hotmail.com  

Remessa postal no endereço:
Rua Altino Gomes Luz,127-Centro
29930-030 –São Mateus-ES
A/C  da D.D: Eliane Queiroz Auer
 até o dia 12/12/2012.
 
9. CONSIDERAÇÕES FINAIS
No decorrer do desenvolvimento do projeto, todos os participantes serão informados por email, face book ou por via postal sobre o projeto.  Com esse incentivo acreditamos que nossas participantes se sentirão mais ligados a esse tipo de expressão escrita apreciando a poesia escrevendo e aumentando seus conhecimentos literários.

9. REFERÊNCIAS
BAKHTIN, M. Estética da criação verbal. São Paulo: Martins Fontes,
1992.
.Google
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 19/10/2012
Alterado em 20/10/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426