Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Desencanto
desencanto.jpg

 
Quando você percebe que te omitiram
Quando você nota que deixou de existir
Logo você entende
Que não adianta insistir.
 
Declarações de amor saem fáceis
Palavras apenas escritas
E então você enxerga
Que não é importante na vida.

 
Você não foi o primeiro amor
Você não foi a alegria da poesia
Desencantou e não sobrou tempo
Para o encontro tão esperado
E a noite ficou vazia.
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 01/07/2012
Alterado em 01/07/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426