Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

 
Em algum lugar aconteceu...
1209714122_sonhar_nas_madrugadas_dos_meus_dias.jpg
 
Tudo começou quando eu e a filha mais velha,levamos a mais nova para a escola onde ela estuda.
No caminho, no segundo quarteirão, existia outra escola que é pública onde demoliram para a construção de uma nova.
Ergueram um prédio muito alto e lá as crianças voltaram a estudar.
Ao retornar com a filha da escola, olhando para o prédio, vi uma inclinação em uma das cinco caixas d’água que haviam construído na cobertura do prédio.
Para a nossa surpresa, ela despencou sobre as pessoas que estavam no pátio derramando milhares de litros de água e alagando aquela escola e transformando numa enorme tragédia.
Nós corremos muito e chegamos à nossa casa.
 A água não nos alcançou por morarmos perto e o muro da escola ainda estar contendo.
Porém houve a necessidade de abrirem buracos e valas para a água escorrer e o estrago e  a tristeza serem descobertos.
E pelo jornal, na televisão chegou a notícia: “a tragédia matou mais de setenta pessoas!”
Um depoimento: “E ainda existem pessoas que têm coragem de retirar os pertences dos que morreram, vi um retirando um cordão do pescoço de um falecido!”
...Num  pesadelo
 


Foi um pesadelo horrível!
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 08/06/2012
Alterado em 14/12/2015


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426