Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos


 
Delírios Poéticos
Eliane Auer e Demarcus

tomando+banho+de+chuveiro+mulher+ir%25C3%25B4nico+social.jpg

 
A ducha de água quente...
A escorrer na pele sedosa...
O poema cutucando a mente...
Da poetisa estrosa!


Ele fica ali insistente!
Enquanto ela se ensaboa...
Feito um desejo ardente!
Vontade de uma pessoa.

As mãos feito carícias...
Os olhos fechados...
O pensamento malícias...
Segredos guardados.


Assim no ambiente adverso...
Escorrendo tão ameno...
Vai gestando o verso...
No teu corpo moreno.


natal-pousada-thalassa-200298.jpg 
O corpo moreno extravasa
As delícias de um desejo
Entre óleos e sais de banho
Perfumes e delírios fatais num beijo

 
As pétalas de rosas caindo
Um cheiro suave surgindo
O lençol branco como as ondas do mar
No vai e vem de amar
 
A pele morena nua sobre a cama
Um desejo louco de se saciar
No leito uma dama
E a vontade de se doar

 
Entre morangos e chantilis
Aumenta o desejo de estar
Juntos na mesma cama
Amando sem cessar!

 

Eliane Auer (Moça Bonita) e Demarcus
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 23/11/2011
Alterado em 24/11/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426