Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Do mirante ao Cricaré


 19605997.jpg
Como um sopro sem vestígios
A sombra criou uma imagem
De um ser tão puro e lindo
Foi apenas uma miragem
Sequer ouviu o meu sentimento
No mar bravio dos meus sonhos
Fez-se pó em prosa e verso
Afastou-se do meu universo.
Assim fiquei sentada no banco
Em momentos de angústia e dor
Encontrei amigos leais
Pessoas que me acalentaram
Acompanhando os aguapés
Do mirante até encher os olhos
 E admirar a imagem
Do rio Cricaré.
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 01/11/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426