Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

CASARÃO
O%20casar%C3%A3o%20mais%20antigo.jpg
CASARÃO estuque só
Só estuque e todos sós
Madeira fina e barro
Barro, madeira sol a sol
 
CASARÃO telha colonial
Engenho, tortura, grito, facão
Capim, quarador
Lenha e lenhador
 
CASARÃO cerca de ripinhas
Casqueiro um dia foi muralha
Na rua tinha liberdade
Vizinho era irmandade
 
CASARÃO, oh, CASARÃO!
Que também foi maternidade
O obstetra era a parteira
O piso era assoalho
 
CASARÃO que tocava vinil
Roedor já corre solto
Um dia teve alegria e
Também muito desgosto.
 

 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 05/10/2011
Alterado em 04/01/2012


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426