Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

ENGANO

Tenho medo dos vivos
Que se enganam reunindo fortunas.
Que se digladiam pelo nada
Que acumulam fortunas de dor e insensatez.
Tenho pena dos vivos
Que estão mortos por dentro
Que diariamente tentam enganar os humildes
Resumindo-os na condição de inocentes e enganados...
Enganam-se os que pensam que estão enganando...
Tenho pena...
São mortos vivos! 

Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 13/04/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426