Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Sensações de outono

Sentada num banco da praça
 Sinto-te num jeito sem graça
Vendo as folhas de outono caindo
A tarde surgindo timidamente
Cobrindo o sol quente
Que enchia de calor o corpo
A brisa de outono envolve o entardecer
Os raios de sol se escondem ensaiando chover
É a magia da estação
Contribuindo para uma doce emoção.
28/03/2011
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 28/03/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426