Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

BEM-VINDO AMOR CARENTE...



Eliane Auer e Walter de Arruda


É estranho,
Será errado talvez
Viver no silêncio Amor
Que chegou tão desejado.
Acredito, sempre esteve guardado
Para um dia ser sentido... Como fogo
Na pele queimando pedindo ser benvindo
Abençoado seja esse amor carente
Que arde no peito tão intenso
Que nunca despreze a sorte
De possuir um coração
Disparado por ti,


Disparado por ti

Sempre esteve desde o dia

Em que nos vimos... Em sonhos,
Em pensamentos... Em fotografias
Marcando tempo, de quando
Nos conhecemos.
A voz suave de anjo
Que invade a minha alma
Que toma meu corpo
Intensamente
E depois acalma...

Numa onda
De Mar imenso
Numa ternura sem fim
Sem meio e sem ter começo
Encontro tua Alma
Que se aninha
Em meu Ser
E canta

O carinho
De ser assim amada
Num abraço cheio de saudade
Num chamado eternidade
Numa tristeza que passa
Na dor que não doi
Mais que muda
Não fala

Só sente
Que é Amada
Em sonhos, anseios
De anjo que te segreda
Carinhos de muito Amar
Afagos de te querer
Intensos, doces,
Te toma, ama
Se acalma...


***
Este foi um lindo presente  de Natal que recebi do ilustre poeta Walter de Arruda.


Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 18/12/2010
Alterado em 09/03/2011
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426