Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

CONFIANÇA
Quando depositamos muita confiança em alguém fatalmente corremos o risco da decepção seja por uma omissão que nada mais é que uma falha em fazer algo que poderia e deveria ser feito ou até mesmo por palavras mal colocadas.
Infelizmente buscamos no outro ser, um exemplar perfeito por isso ocorre um constante desolamento.
Por outro lado, também, decepcionamos porque somos dotados de imperfeição.
Se bem observarmos não precisamos das pessoas, apenas nos completamos com elas seja com defeitos e qualidades com objetivos a serem partilhados e não com omissões que geram descréditos.
Para Arthur Schopenhauer nunca deveríamos irritar-nos com a desconfiança, pois nela reside um elogio à probidade, ou seja, é a admissão sincera da sua extrema raridade que faz com que entre no rol das coisas de cuja existência duvidamos.
Quando experimentamos o prazer da confiança de alguém devemos nos entregar a essa análise. Agradecer os créditos e aceitar a priori a decisão de outra pessoa.
É considerado um ato de amizade e amor e consequencia do conhecimento sobre alguém.
19/11/2010

Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 19/11/2010
Alterado em 19/11/2010
Copyright © 2010. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426