Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Tão frágil quanto um cristal
Um dia de chuva serena
Te amei alma pequena
Pedaço de minha vida
Levou na despedida
Um céu iluminado estava
E eu imaginando na calçada vendo você retornar

Lá ia meu sonho de amor
Partindo
Sem piedade
Para nunca mais voltar

Na noite fria de inverno
O meu coração gemia
A dor era maior no peito que o frio que eu sentia

O amanhecer chegou trazendo-me a luz
Para lembrar que a vida me traz muita poesia
Traz-me o sol, a lua e as estrelas
Traz-me paisagens serenas
Amigos e novos amores
Onde na relva macia um dia te encontrarei na mais perfeita sintonia
27/12/2009
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 28/12/2009
Alterado em 03/01/2010
Copyright © 2009. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426