Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Rotina

Rotina

Às vezes me pego sorrindo, lembrando das firmes palavras para que eu evolua como ser humano.
È como se obedecesse a comandos, estando consciente do que faço
Sabendo que pensas no meu crescimento.
Viajo em nuvens, lembro dos bons momentos,
Das passagens difíceis,
Das broncas ofertadas,
penso naquelas que posso ganhar...que serão benvindas!
me atrevo  a ter  medo de que saia da minha vida.
Ainda não sei o “porque “de tanto medo de ter perdas...
Questiono o dia-a-dia,
não sei se devo...
Penso na rotina,
Cobro meu bom senso...
Me entristeço com minha postura mas não faço nada pra mudar.
Emudeço mesmo querendo gritar ao vento...
Se falo atrapalho...
Se me calo sofro por não falar...
È melhor dormir...
Já está tarde pra lamentar...
27/04/2009



Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 27/04/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426