Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

Um dia de chuva
Quando a chuva cai
uma forte melancolia abate sobre mim
Relâmpagos,trovões...
vendavais,
mar revolto,
barcos à deriva...
inundações,desabrigo...
às vezes,na nossa vida,nos deparamos
como um barco à deriva num dia de chuva.
Porém,como nos fenômenos naturais, sabemos que é passageiro...
não dura para sempre.
Deixa sequelas, mas o momento mais desesperador passa...
Os trovões, esses perdem a intensidade do som
talvez porque nos recusamos a ouví-los...
Os vendavais, acalmam
O mar revolto, retorna ao seu movimento constante,
tranquilo,
com suas ondas suaves
trazendo aquele barco que estava à deriva para a praia
voltando a calmaria.
As inundações...
darão lugar a sorrisos porque o periodo de lágrimas passará...
Nascem novos sonhos, novas flores...
novos projetos de vida...sem trovões.
E o o barco que estava à deriva, quando retomou sua vida, alcançou
um porto seguro, um novo ponto de partida.
São Mateus - ES
04/01/2009
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 04/01/2009


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426