Eliane Auer

Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.

Textos

À sombra do lençol

Esse corpo
desperta com palavras suaves
com o simples toque e a profundidade das palavras...
só quero ouvir a sua voz...
Escutá-la no silêncio
através das palavras que me fazem sorrir
mergulhar nas profundezas de um desejo 
tal qual num cofre inviolável.
Pretensão minha, à sombra do lençol
afagar seu rosto, tocá-lo por inteiro
estando envolvidos pelos odores
e lençóis delicadamente aromatizados
do mais puro sentimento
da descoberta do desejo intenso.
Não são ilusões, delírios...
Tomada por uma profunda melancolia
por não poder transportar-me ,nesse momento,numa fusão de pensamentos
como um redemoinho, envolvendo todo o seu ser
e apenas viver um grande momento
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 25/12/2008
Alterado em 19/06/2011


Comentários

Site do Escritor criado por Recanto das Letras
elianeauer@uol.com.br- @escritoraelianeauer
http://mocabonita.recantodasletras.com.br/visualizar.php?idt=4239426