Eliane Auer
Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.
CapaCapa
Meu DiárioMeu Diário
TextosTextos
ÁudiosÁudios
E-booksE-books
FotosFotos
PerfilPerfil
Livros à VendaLivros à Venda
PrêmiosPrêmios
Livro de VisitasLivro de Visitas
ContatoContato
LinksLinks
Textos


Hermógenes Lima da Fonseca - “ Dotô Armojo”Resultado de imagem para hermógenes lima da

Gosto pelo simples
Pelo colorido das saias rodadas
Gosto pelos batuques...
Oh,Armojo!
Se não fosse tu, Honoris do povo,
De uma classe sofrida com o descaso pela cultura
Honoris das Pastorinhas
Sainhas de chita
Jongo, congo
Somos todos África!
Cordéis de carinho como retorno
Olhares vazios...
Salvem os derradeiros
Pelo mundo inteiro!
Pastorinhas,
Menininhas
A crença, a cor, a pele não importa
Não morra a cultura da visão de Dotô Armojo.
 
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 03/06/2017
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários