Eliane Auer
Só quem conhece a alma do poeta é que sabe onde moram suas emoções.
CapaCapa Meu DiárioMeu Diário TextosTextos ÁudiosÁudios E-booksE-books FotosFotos PerfilPerfil Livros à VendaLivros à Venda PrêmiosPrêmios Livro de VisitasLivro de Visitas ContatoContato LinksLinks
Textos

Quando falo de Cecília...

    images?q=tbn:ANd9GcR0QMGlo9DPZumL-K5tBM26bvnz45t6O5Nvg8kMe_HXqEyhoV3E    
 
O dia acaba quando você não surge
Quando falo de Cecília a noite ressurge
As palavras voam
Passeiam mundo afora

Quando penso nas palavras de Cecília
A tristeza vai embora.
Pensar em “Ceci”
O tempo torna-se infinito
Se ela “lia”, não vi

Só sei que os escritos de Cecília
Sempre li.
E pelo seu silêncio
Entristeci !
Eliane Auer (Moça Bonita)
Enviado por Eliane Auer (Moça Bonita) em 29/10/2014
Alterado em 29/10/2014
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.


Comentários